segunda-feira, março 29, 2010

Camundogs no Teatrão

Foto: Talita Oliveira


Bola pra frente, não é, pessoal? Continua a temporada de eventos do Coletivo P&ia de Cultura. Desta vez será num lugar coberto, viu? No próximo sábado, dia 03 de abril, tem mais Camundogs ao lado das bandas Degradê e Capuccino Jack no Teatro Plácido de Castro (Teatrão), a partir das 20hs. O encontro de três gerações do rock acreano.

Lembrando que todos que deixarem seus nomes na caixa de comentários aí embaixo (lista amiga), pagam só meia entrada, viu?

Quando?
Dia 03 de abril (sábado de aleluia), a partir das 20hs.

Onde?
Teatro Plácido de Castro - Teatrão
Av. Getulio Vargas, 2703 - Vila Ivonete - Rio Branco - Acre

Quanto?
R$ 5,00 ingresso lá na bilheteria
Meia entrada -> lista amiga no blog da Camundogs


Se eu fosse você, não perdia não, hein... :P
Pois é, a chuva forte "melou" (literalmente) o esquema do último show lá no Parque Urbano Capitão Ciríaco. Para maiores informações sobre o ocorrido, clique aqui.

quinta-feira, março 25, 2010

O termo

Composição: Aarão Prado/Marxson Henrique


Mais que um termo, um terno
Abraço cortês
Mais que a vida em brasa
Arde a mágoa de um talvez
Eis um teto e um colo
E mais no fim do mês
Um lar dentro de ti
Regado a mente e coração

Por que não pensar? Por que pensar que não?
Errar é bom demais
Mas erre sem receio algum
Num lugar qualquer
Um qualquer pode ser um
E quem caminha à pé
Só traz consigo o pó da estrada...
E nada, e nada
Contra a correnteza

Se for um passo, que seja dado
Se for um lago, que seja azul
Se for um medo, que seja a morte
Se for um canto, que seja o norte
Se for quem for, seja quem faça
Se for amor, que caia a máscara
Se for jardim, que sejam rosas
Se forem versos, que sejam trovas

Quero, que o termo me seja raro...
Quero, que o terno me seja caro...

quarta-feira, março 17, 2010

New Adventures in Hi-Fi

A cidade se diverte, estréia e é sucesso!!

Quase 5.000 pessoas estiveram presente no estacionamento da Arena da Floresta para ver Degradê, Capuccino Jack, Kelen Mendes, Camundogs e Zeca Baleiro. Mas a cidade não para de se divertir, é só o começo. No próximo dia 26 de março, a partir das 18hs, no Parque Urbano Capitão Ciríaco, aqui em Rio Branco, tem mais uma etapa do circuito, agora com as bandas Mapinguari Blues, Grupo Capú e Camundogs. A entrada é franca.

Então não esqueça:

Circuito a cidade se diverte! 2010.
Parque Capitão Ciríaco
Dia 26 de março a partir das 18hs
Camundogs, Grupo Capú e Mapinguari Blues.

Confira a reportagem que o Aarão fez para TV Aldeia - Circuito A cidade se diverte!

video

terça-feira, março 16, 2010

Delicadas formas de ironia

Composição: Aarão Prado/ Dito Melo

Estou perdido entre dois mundos
Um sorri, e o outro chora
Um pragueja, o outro grita
Um graceja, o outro imita

Estou perdido entre dois mundos
Um reclama e nem se importa
Com a conversa atrás da porta
Com ser só sem solidão
São delicados laços
Com delicadas formas de ironia
Tão presente essa mania
Tão inerte essa opção
E então... E então...

Vista todos os seus agasalhos
Pinte um quadro a cada manhã

E a tarde venha descansar
Deitar no tempo em vão
São tantos mundos pra pintar
São tantas horas em duas mãos
E então... E então...

Vista todos os seus agasalhos
Pinte um quadro a cada manhã

E a tarde venha descansar...

domingo, março 14, 2010

Download de músicas

Oi, pessoal! Estamos disponibilizando agora o download de algumas músicas nossas, entre antigas e atuais. Quem não conhece, pode conferir de perto. E quem já conhece... bem, sinta-se em casa! Basta clicar na música que o download começa (formatos .wma e .mp3) :

1. Em paz

2. Surreal
3. Caro Zé
4. Doze meses
5. Subterfúgio (acústico ao vivo - 2005)
6. Um (acústico ao vivo - 2005)
7. Delicadas formas de ironia
8. Depois da tarde
9. O termo
10. 1/4 (acústico ao vivo - 2009)

terça-feira, março 09, 2010

Depois da tarde

Composição: Aarão Prado/Alexandre Nunes

Pois vá embora
Não volte tarde
Meus olhos abrem
Ao meio dia
Depois da tarde
Idéia e dor vão pra lua

Que no entrance
Não transem aspas
Pois carne nua
Pois carne crua é bem comum
Carne crua é bem comum

E eu não vou mais sonhar com temporais
Atemporal agora eu sou

E embora chegue à hora
Outrora já chegou
E embora o mal reflita
No bem que se enganou

E eu não vou mais sonhar com temporais
Atemporal agora eu sou
Não mais sonhar com temporais
Atemporal...

Eu sou meu templo
Meu senhor
Navegante de outros mares
Outros rios e lugares
Que me levam, que me levam
Que me levam, que me levam

Tão doce a brisa
Tão triste à volta
Tão calma a ânsia
... de ser o meu lar
Eu sou o meu lar
Meu próprio lar...

quinta-feira, março 04, 2010

Um

Composição: Aarão Prado/Marxson Henrique/Carol Freitas/Diogo Soares


Pare de enxugar os meus sapatos
Quando você volta de manhã
Pago e apago o sol com a mão
Preço meu apreço é só prisão
E um será por dois
E dois serão por nós
E nós apenas dois
E os dois não estão mais sós
Meus sóis, meus sóis, meus sóis
Sou qualquer coisa que machuca
Sou a certeza de que vou
Atroz, atroz, atroz

E eu já não vejo mais além
E eu não consigo perdoar
Olho a mim mesmo com desdém
Reluto ao luto e sei voar
Voar, voar...

Hoje eu olho pra traz
E me sinto sozinho
Sou um na estrada onde dois não caminham
Eu olho pra traz
Sou um na estrada onde dois não caminham